Obras


Portos na Amazônia

As obras de construção de instalações portuárias na Amazônia atestam, sobretudo, a capacidade da Sanches Tripoloni de atuar em condições adversas. O projeto impôs problemas imensos de logística, agravados pelo clima típico da região e pela falta de acessos terrestres. Em geral, os engenheiros utilizaram barcos e hidroaviões. Foram construídos nove portos fluviais, com terminais de passageiros, rampas de acesso, pontes metálicas e cais flutuantes, nos municípios de Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Itapiranga, Beruri, Tapauá, Codajás, Canutama, Iranduba e Careiro da Várzea.

Contratante: Secretaria de Estado de Infraestrutura – SEINF/AM
Localidades: Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Itapiranga, Careiro da Várzea, Iranduba, Beruti, Canutama, Codajás e Tapauá
Estado: Amazonas